Biblioterapia Clínica

Biblioterapia é um termo criado por médicos norte-americanos durante a Segunda Guerra Mundial. Na época psiquiatras que acompanhavam as tropas americanas notaram que os soldados feridos, que tinham acesso à leitura, e liam muito durante sua recuperação no hospital, tinham uma evolução melhor, em diferentes tipos de problemas de saúde, comparados àqueles que ficavam sem nada para fazer.

Baseados nessa observação, esses psiquiatras conseguiram um incentivo para dar acesso à leitura a todos os pacientes, ao mesmo tempo que começaram a investigar o efeito da leitura em alguns problemas psiquiátricos. Na sua investigação, soldados, que tinham um problema comum nas guerras, chamado estresse pós-traumático, também se beneficiaram da leitura de livros. Isso popularizou esse tratamento entre médicos militares. *

Na Clínica da Palavra, realizamos sessões de Biblioterapia Clínica dirigidas aos “autores”, com o propósito de embasar seu processo de terapia – literapia.

Analisando histórias clássicas, com os mesmos componentes das histórias pessoais dos “autores”, acontecem descobertas em termos de estrutura, situações e personagens.

O trabalho é realizado em grupo e é complementar às sessões de literapia.

Além disso, há indicação de leitura durante todo o processo e até mesmo o material a ser lido é fornecido pela Clínica da Palavra, seja no livro físico, num arquivo digital ou em trechos apostilados.

Os encontros em grupo são agendados previamente e são quinzenais. Você pode participar do grupo de Biblioterapia Clínica apenas se estiver em processo de “literapia”.

Para começar suas sessões de terapia,  envie uma mensagem para maiores informações, ou entre em contato por telefone.

contato@clinicadapalavra.com

* trecho retirado deste site